Homenagem ao 8 de março, conheça 8 mulheres brasileiras incríveis

Dia 8 de março é celebrado o Dia Internacional da Mulher, uma data muito importante que vai além de comemoração. É uma data de conscientização, que carrega muitas histórias de conquistas e lutas.

Em homenagem à data, selecionamos 8 mulheres brasileiras incríveis que merecem ser homenageadas:

Zuzu Angel

Zuzu foi uma das primeiras estilistas a unir brasilidade e alta costura. Seu filho foi torturado e morto na ditatura militar e seu corpo nunca foi entregue à família. A mãe se rebelou e levou o protesto para as passarelas e chamou a atenção da imprensa internacional e até do governo norte-americano.

Tarsila do Amaral

Tarsila era uma artista plástica brasileira, foi uma das principais personalidades da primeira fase do movimento modernista no Brasil. Seu quadro Abaporu, de 1928, inaugurou o movimento antropofágico nas artes plásticas.

Marta

Marta Vieira é a maior artilheira da história da Seleção Brasileira (contando a Masculina e a Feminina) — com 100 gols, é maior que Pelé. Foi ela que já ganhou cinco vezes o título de melhor jogadora do mundo, um recorde. E também é a maior artilheira da história das Copas do Mundo de futebol feminino.

Celina Guimarães Viana

Celina foi a primeira mulher a votar no Brasil. Para se tornar eleitora, ela fez um requerimento se baseando em uma lei recém-promulgada no Rio Grande do Norte, que enunciava: “No Rio Grande do Norte, poderão votar e ser votados, sem distinção de sexos, todos os cidadãos que reunirem as condições exigidas por lei”. No dia 5 de abril de 1928, na cidade de Mossoró, Celina foi a primeira brasileira a votar.

Maria Esther

A maior tenista brasileira de todos os tempos é Maria Esther Bueno. Ela tem o impressionante número de 589 títulos e venceu dezenove torneios do Grand Slam. Venceu uma partida em apenas 19 minutos e era conhecida pela elegância no estilo de jogo e potência no saque.

Chiquinha Gonzaga

Francisca Edwiges Neves Gonzaga, mais conhecida como a compositora Chiquinha Gonzaga, é autora de mais de duas mil músicas de gêneros diferentes, foi a primeira mulher a reger uma orquestra no Brasil. Também se envolveu com a política, militando em prol da abolição da escravidão e pelo fim da monarquia.

Zilda

Zilda Arns Neumann foi uma médica pediatra e sanitarista brasileira, indicada várias vezes pelo governo brasileiro ao prêmio Nobel da Paz. Fundadora e coordenadora internacional da Pastoral da Criança, ajudou a derrubar a mortalidade infantil, no Brasil, de 62 por mil (na década de 1980) para 20 por mil. Morreu, aos 75 anos, no terremoto do Haiti em 2010.

Maria da Penha

Seu nome, Maria da Penha, virou Lei em 2006, para coibir e punir a violência contra as mulheres. Maria da Penha Maia Fernandes é líder de movimentos de defesa dos direitos das mulheres e vítima de violência doméstica — ficou paraplégica ao levar um tiro do marido enquanto dormia.

Fonte: BuzzFeed

Deixe uma resposta